topblog

terça-feira, 2 de novembro de 2010

BIRD



video

PASSARINHO:
PASSARINHO QUIS POUSAR, NÃO DEU, VOOU!
PORQUE O TIRO PARTIU MAS NÃO PEGOU,
PASSARINHO ENTÃO ME CONTA,
ENTÃO ME DIZ ,PORQUE EU TAMBÉM NÃO FUI FELIZ!

BORZEGUIM:
DEIXA O MATO CRESCER,
DEIXA O INDIO VIVO NO CERTÃO,
ESCUTA O MATO CRESCER,
DEIXA O BICHO VIVER,
DEIXA A ONÇA VIVA NA FLORESTA,
EM NOME DE DEUS!!!!!

14 comentários:

  1. sim deixa o mato crescer....
    e tua pintura tbem!
    voce se esqueceu de mim, que pena:)))
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Ah... aqui tem cor... aqui tem som... aqui tem formas... aqui tem vida crescendo!

    Um trabalho encantador!

    Obrigada!

    Beijos ternos.

    ResponderExcluir
  3. wow great works! like the video so much, thank you for share

    ResponderExcluir
  4. Myra:
    Você é um tesoro cara,
    Eu não posso me esquecer de você que já esta impressa em meu coração!
    Beijos
    Paulo

    ResponderExcluir
  5. Teca,
    Aqui tem comentário de Teca, "qui dilicia":))))
    Beijos, cara
    Paulo

    ResponderExcluir
  6. Grazie Laura,
    Buona giornata:)
    É buono vederti di nuovo qui!!
    Paulo

    ResponderExcluir
  7. ah... que lindo trabalho!!
    o pássaro, a cidade ao longe...
    tudo muito lindo!
    as pinceladas evidenciadas; parabéns!
    abraços

    ResponderExcluir
  8. Denise:
    Que prazer em receber teu comentário!
    Tuas palavras são muito generosas e gentis.
    Muito obrigado por ter vindo.
    Grande abraço
    Boa semana
    Paulo

    ResponderExcluir
  9. Deixem a Vida desabrochar em liberdade, pura e simplesmente. Bela obra, meu querido Paulinho. muito do que você faz.
    Um beijinho enorme!


    Cansa sentir quando se pensa.
    No ar da noite a madrugar
    Há uma solidão imensa
    Que tem por corpo o frio do ar.

    Neste momento insone e triste
    Em que não sei quem hei de ser,
    Pesa-me o informe real que existe
    Na noite antes de amanhecer.

    Tudo isto me parece tudo.
    E é uma noite a ter um fim
    Um negro astral silêncio surdo
    E não poder viver assim.

    (Tudo isto me parece tudo.
    Mas noite, frio, negror sem fim,
    Mundo mudo, silêncio mudo -
    Ah, nada é isto, nada é assim!)

    Fernando Pessoa

    Tenha Bons Dias
    Renata

    ResponderExcluir
  10. Renatinha:
    Teus comentários estão cada vez melhor !!!
    Lindo poema de Fernando Pessoa!!
    Obrigado por ter vindo,tua presença é sempre um prazer renovado!Beijos
    Paulo

    ResponderExcluir
  11. Le ali colorate della libertà! Buon fine settimana, Arianna

    ResponderExcluir
  12. ... No soy una experta, pero me gusto el color...

    gracias por enseñarnos algo más de la vida

    ResponderExcluir
  13. Grazie Arianna,
    Buona giornata
    Bacio
    Paulo

    ResponderExcluir
  14. Vivian Angélica:
    Gracias por venir!
    Me alegra que haya disfrutado de este trabajo!
    Mi arte está hecho para los seres humanos,
    así que no importa si la persona es un experto en arte o no:)
    Sean bienvenidos
    Un fuerte abrazo
    Pablo

    ResponderExcluir